Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SAPO Zen

Se realmente entendermos o problema

 

 
“Se realmente entendermos o problema, a resposta virá dele, porque a resposta não está separada do problema.” - Krishnamurti
 
 
Por vezes no turbilhão em que nos encontramos, sentimo-nos avassalados por problemas que postos à nossa dimensão parecem-nos sempre gigantescos e sem soluções.
 
Mas, o maior problema dos problemas é que na maioria das vezes não conseguimos detectar a verdadeira raiz deles.  Nossa tendência é sempre dar um tiro ao lado… a razão é uma e atiramos para outra… em certas ocasiões a razão do problema está em nós e atiramos para outros… Enfim é sempre um tiro ao lado. Por querer ou não.
 
No entanto, se buscarmos não apenas resolvê-lo de uma forma afoita e sem consistência, mas analisá-lo e entender a sua razão, a solução poderá então ser definitiva e real, não apenas um adiar de uma nova situação semelhante.
 
Como no xadrez, estamos permanentemente a nos colocar em xeque-mate, só que sem entender realmente as regras do jogo. Na maioria das ocasiões a resolução dos problemas é apenas adiá-los, empurrá-los para a frente ou para baixo do tapete.
 
Mas se entendermos realmente o que e o porque dos problemas, estaremos com certeza muito mais próximos da sua solução.
 
E, afinal de contas, convém também olhar para eles na sua devida proporção.
 
Eu sei que na maioria das vezes pimenta nos olhos dos outros é colírio… mas afinal acha mesmo que tem o direito de considerar a maioria dos seus problemas de “problemas à sério” ou serão só acidentes de percurso?
 
Heloisa Miranda
sapozen@sapo.pt
Horóscopo Semanal:
 
A convidada é a taróloga Vera Xavier.
 
Contactos:
Lisboa 21 352 30 75 / 931 168 496
Porto    963 781 012
 
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.